Abandonar o tratamento de Tuberculose coloca em risco toda a população

Escrito por em 14/04/2018

 

Quase 70 mil brasileiros tiveram Tuberculose no ano passado. Foram aproximadamente 33 casosa cada 100 mil brasileiros. Falando assim, parece pouco, não é? O problema é que 10.3% abandonaram o tratamento e podem ter contribuído para a manutenção da transmissão da doença. No Rio Grande do Sul, Rondônia e Paraíba estão os maiores percentuais de abandono.

Ou seja, os moradores dessas regiões precisam estar mais alertas do que nunca! Quem abandona o tratamento precisa do seu apoio. Talvez ele esteja desanimado, ou nem entendeu a gravidade do problema. Essa é a história do cabeleireiro Cláudio Moraes, de 36 anos, que mora no bairro do Paternon, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Ele não deu muita bola para o primeiro tratamento, mas sofreu bastante depois. A história começou assim:

“Febre, dor no corpo, estava magro… Aí me deram o diagnóstico: Tuberculose. Bah! Até me assustei, mas de começo eu não dei bola, não estava nem aí. Aí minha mãe até conseguiu uma vaga para mim para o tratamento e eu simplesmente desisti, fui embora. Minha mãe me trouxe pela segunda vez e aí eu me agarrei, né. Me agarrei com as duas mãos. Eu estava morrendo. Não precisava nem tirar raio-X, porque eu só estava pele e osso. Não conseguia nem caminhar. E nessa segunda vez eu vi que é necessário seguir os seis meses.”

O problema é que, quando a pessoa abandona o tratamento, a bactéria fica mais resistente e a doença pode ficar ainda mais grave. Pior: o tratamento que duraria seis meses, passa a ser de um ano e meio ou mais! A coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Denise Arakaki, reforça que o tratamento deve ser feito até final. Sem interrupções.

“É importante lembrar que o tratamento da Tuberculose tem que ser feito até o final. Em geral, o paciente melhora muito nas primeiras semanas. É quando há risco de ele desistir de tratar. Porque muitas vezes está sendo pressionado por outras urgências da sua vida. Mas ele não pode pensar que ele está curado. Ele não está curado. E se ele interrompe o tratamento antes do final, a Tuberculose voltará. Sempre ela volta. Então o tratamento tem que ser feito até o final.”

Viu só? Tuberculose sempre volta se não tratar até o final. .O Cláudio agora já está curado, trabalhando e vivendo tranquilamente em Porto Alegre. Mas você precisa ficar ligado! Já desistiu do tratamento? Então volte o mais rápido possível. Tossiu por mais de três semanas, tá suando demais a noite, perdendo peso? Corre para o posto de saúde mais próximo! Se cuide e ajude a deixar essa história no passado. Tuberculose tem cura. Todos juntos contra a Tuberculose. Para mais informações acesse o site da campanha


Opinião dos ouvintes

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado. Campos necessários *

dez + dezessete =


Libertas FM Online

Ouça nossa programação ao vivo.

Current track
TITLE
ARTIST

Background